Atendimento: Elaine (31) 9 8896-5154 | Flávio (31) 9 8869-2530

    Redes Sociais

Como anda sua saúde mental?

Por Neurotron em 27/06/2019 arquivado na categoria Blog

Cuidar da saúde mental é tão importante quanto cuidar da saúde do corpo, porque os dois estão intimamente ligados: se você não está emocionalmente bem, o seu corpo vai mostrar sinais e vice-versa. Por isso é tão importante cuidar de si com gentileza e amor – além de incentivar outras pessoas a fazer o mesmo.

A boa notícia é que com atitudes simples você pode melhorar o seu bem-estar e autoestima, cuidando da saúde como um todo, e aprendendo a reverter com mais facilidades os problemas e adversidades que prejudicam o dia a dia.

Mas nunca se esqueça: acompanhamento médico é fundamental para o diagnóstico correto dos distúrbios neuropsiquiátricos. Por isso, não sinta vergonha, nem deixe de procurar ajuda. Com um tratamento adequado ao seu caso, é possível controlar os sintomas e levar uma vida bem mais feliz e saudável. Além disso, como forma de tratamento alternativo, o uso do Neurotron pode ser usado para controle da ansiedade, do nível de estresse e de outras sintomatologias.

Branch e Willson, autores renomados da Terapia Cognitivo Comportamental, apresentam uma pequena mas valiosa lista de dicas de comportamentos que devemos incorporar ao nosso dia a dia para cuidarmos do nosso bem maior, que é a saúde. Vale a pena ler e pensar a respeito:

1. Coma bem e com regularidade. Evite comer fast-food, frituras e alimentos com baixo valor nutritivo. Fortaleça seu corpo com alimentos naturais e nutritivos. Arranje um tempinho para cozinhar – ou aprender a cozinhar.

2. Faça exercícios. Encontre esportes que você goste e frequente academias ou grupos esportivos. Sue bastante: exercícios liberam substâncias químicas de bem-estar no seu organismo.

3. Estabeleça um padrão de tempo para seu sono. Desenvolva uma rotina para as suas horas de sono; seu corpo precisa disso. Tente acordar sempre na mesma hora todos os dias, assim suas horas de sono serão mais produtivas.

4. Equilibre trabalho e lazer. Certifique-se de reservar um tempinho na sua agenda para atividades prazerosas.

5. Tenha hobbies. Envolva-se em atividades de seu interesse que lhe sejam relaxantes e recompensadoras.

6. Cuide da sua casa. Faça do seu lar um recanto agradável, talvez remodelando ou redecorando o ambiente.

7. Dedique-se mais à sua vida social. Passe mais tempo com os seus amigos e se socialize com eles regularmente. Dê atenção à vida dos que estão ao seu redor. Se seu círculo de amigos é pequeno, saia mais e conheça novas pessoas.

8. Aceite-se. Dê a você mesmo permissão de ser humanamente passível de erro, bem como todo mundo. Abandone suas tendências perfeccionistas ou seus padrões rígidos.

9. Pense grande. Projete suas metas para superar qualquer distúrbio emocional ou para promover desenvolvimento pessoal. Muitas pessoas acreditam que são mais felizes quando estão trabalhando para obter um resultado desejado.

10. Ria. O humor realmente pode ser o melhor remédio. Tente não levar a si mesmo e a vida muito a sério: encontre o lado engraçado de tudo.

Fonte: BRANCH, Rhena; WILLSON, Rob. Terapia cognitivo-comportamental para leigos. Altabooks.

Gostou? Compartilhe!

Nenhum comentário.

Deixe o seu comentário!